Imprès des de Indymedia Barcelona : http://barcelona.indymedia.org/
Independent Media Center
Notícies :: un altre món és aquí : globalització neoliberal : corrupció i poder : amèrica llatina : especulació i okupació
Brasil. Ocupacions a Rio, Sao Paulo, Salvador, Campinas, Curitiba y Porto Alegre.
06 nov 2011
Ocupas de Brasil
Rio Babilônia? Rio Babel? O que dizem as mil vozes da Ocupa Rio? Das palavras diversas que se encontram na Cinelândia parece destilar-se um consenso sobre os objetivos do movimento: 'queremos que os povos venham às praças debater'! Após 10 dias de acampamento são 107 barracas e diversas instalações tais como cozinha, biblioteca, gerador de energia a bicicleta, cinema popular, rádio livre, etc... um morador da vizinhança disse que antes dos temporais desta semana havia o dobro de acampadas/os. Muitas/os ficam apenas alguns dias no acampamento, outras/os freqüentam durante o dia e dormem em casa, há quem nunca tenha ido pessoalmente mas ajuda a traduzir textos, melhorar a comunicação via internet, editar vídeos em casa, etc. Na assembléia de "comunicação" se discute como se pode usar as tecnologias para quem está longe poder participar dos debates e como dialogar com as outras ocupas ao redor do mundo.

Embora as/os acampadas/os e demais participantes sintam que há algo errado com o que acreditam ser uma predominância da classe média, o simples fato das pessoas estarem permanentemente na praça facilita a aproximação de moradores de rua e todo tipo de gente. Entre as/os ativistas estão presentes todas as gerações: militantes de 68, hippies e punks dos 70 e 80, caras pintadas dos 80, anti-capitalistas dos 90 e 2000, universitários/as, secundaristas, gente dos mais variados movimentos atuais, além de filhas/os e animais de estimação. As atividades conjuntas borbulham: manifestações, oficinas, filmes, debates, construções, culinária, horta, teatro, práticas nas quais as pessoas diferentes vão encontrando a si mesmas e as outras, reinventando com elas seus mundos. Diz o cartaz: 'não quero que ninguém me ensine, quero aprender com todos'.

Para tamanha confusão uma placa, entre tantas: 'desculpem o transtorno, estamos trabalhando por um mundo melhor'. A autogestão está sendo construída com Grupos de Trabalho. Um cartaz enumera 14: 'atividades', 'infraestrutura', 'alimentação', 'segurança', 'jurídico', 'comunicação', 'queer', 'teoria', 'autogestão', 'ações práticas', 'horta urbana', 'processos', 'reciclagem', 'arte e cultura'. Mas pode ter havido muitos outros e a qualquer momento surge um novo: hoje debatia-se no GT de 'comunicação' a criação do GT 'que bandeiras queremos', para aquelas/les que sentem a necessidade de construir as tradicionais 'bandeiras de luta', sem desrespeitar as/os que acham que o movimento não precisa disso. E há ainda muitas outras/os ativistas que acham mais produtiva e aberta a comunicação e a ação coletiva que acontece fora das assembléias. A ocupa interliga diferentes modos de organização e até a recusa da 'organização'. Estratégias híbridas e em construção.

Há um enorme esforço e esperança, para esta imensa tarefa que se coloca ao horizonte: povos, venham às praças, tecer juntos nosso(s) mundo(s) de diversidade, comunicação e solidariedade!

Fotos do CMI-Tefé | Fotos de SteveLah | Análise interrogativa do Manolo

Sítios das Ocupas do Brasil: RIO | SAMPA | CAMPINAS | SALVADOR | CURITIBA (no facebook) | PORTO ALEGRE (no facebook)
Mira també:
http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2011/11/499637.shtml

This work is in the public domain

Comentaris

Re: Brasil. Ocupacions a Rio, Sao Paulo, Salvador, Campinas, Curitiba y Porto Alegre.
06 nov 2011
Rio: http://ocupario.org/
Sao Paulo(Sampa): http://15osp.org/
Campinas: http://15osp.org/
Salvador de Bahia: http://ocupasalvador.wordpress.com/
Curitiba i Porto Alegre a Facebook
Sindicat