Imprès des de Indymedia Barcelona : http://barcelona.indymedia.org/
Independent Media Center
Notícies :: globalització neoliberal
A Sociedade ou a Concepção da História
08 oct 2004
A Sociedade ou a Concepção da História
A Sociedade ou a Concepção da História

Apresentamos a actualização de Outubro do site http://www.franciscotrindade.com
Com a introdução de um novo texto intitulado

A Sociedade ou a Concepção da História

Procurar pelo link Novidades    
Segue-se excerto do texto que pode ser lido na íntegra em http://www.franciscotrindade.com.
Responsável técnico máximo, como de costume
José Carlos Fortuna.

Em duas palavras: âabolir progressivamente e até à extinção o lucro, eis a transição - a organização resultará do princípio da divisão do trabalho e da força colectiva, combinadas com a manutenção da personalidade no homem e no cidadãoâ?. Se a transição era, como a queria Proudhon neste texto, o crédito gratuito, isso significaria que qualquer um ou qualquer coisa, agindo independentemente da sociedade poderia transformá-la radicalmente. Mas Proudhon escreve também a Gauthier: âa sociedade só se corrige por ela própriaâ?. Assim encontramos ao lado de Proudhon que se contradiz (mas não há investigação sem contradição nem experimentação sem erros), um outro Proudhon que põe a transição em relação com o processo histórico e ousa empurrar a ideia de história até ao limite do seu poder e coerente desígnio.
Seguindo Proudhon nesta via, o leitor descobre o ponto de partida deste projecto: não podemos pensar a passagem da sociedade com âdroit d`aubaineâ? a uma sociedade sem âdroit d`aubaineâ? como o resultado duma actividade particular ou dum grupo particular, mas somente como a obra de todos no tempo, na história. A obra de todos, e somente ela, mudando o comportamento de todos os homens, pode mudar o comporta-
mento de cada um. Só a mudança da sociedade no seu conjunto pode verdadeiramente mudar a economia, o direito, a política e a moral. A sociedade sem âdroit d`aubaineâ? exige uma economia nova, um direito novo, uma política nova, uma moral nova. Mas tudo isto não é concebível sem uma mudança histórica da sociedade no seu conjunto.


Saudações proudhonianas
Até breve
Francisco Trindade

This work is in the public domain
Sindicat