Imprès des de Indymedia Barcelona : http://barcelona.indymedia.org/
Independent Media Center
Notícies :: altres temes
Movimento Camponês Corumbiara-SOLIDARIEDADE
21 jun 2004
Mais uma vez a justiça mostra sua cara burguesa, o episodio do massacre de Corumbiara (RO) é um desses casos que mostra claro que a justiça trabalha para defender os interesses dos mais ricos, tornando a luta de classes cada vez mais desigual.
PRÃ FOSP â NÃCLEO â OSASCO/SP


Osasco, 17 de Junho de 2004.


Caro companheiros;

Mais uma vez a justiça mostra sua cara burguesa, o episodio do massacre de Corumbiara (RO) é um desses casos que mostra claro que a justiça trabalha para defender os interesses dos mais ricos, tornando a luta de classes cada vez mais desigual.

No dia 28 de Abril deste ano o Superior Tribunal de Justiça confirmou a decisão do Tribunal de Rondônia que condenou os trabalhadores sem terra Claudemir e Cícero. Vejamos que o que prevaleceu no voto do Ministro (Relator do caso) José Arnaldo da Fonseca foi a defesa da propriedade do fazendeiro Antenor Duarte.

O relator não levou em conta a decisão da OEA (Organização dos Estados Americanos) que condenou o Brasil e obriga o governo a indenizar as famílias vitimas do massacre.

Caros camaradas, a decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) coloca um ponto final na questão jurídica, tornando a luta política, devemos com empenho nos colocar contra está decisão que coloca trabalhadores que queriam um pedaço de terra para dar sustento a sua família, a decisão faz com que logo os trabalhadores voltem para traz das grades injustas colocadas para eles.

Esta é a hora de todos os trabalhadores se unirem e exigir a liberdade para Claudemir e Cícero alem de forçar o governo a pagar as indenizações das vitimas do massacre.

Peço aos companheiros que se manifestem com cartas, email e fax para o Supremo Tribunal de Justiça, acredito que somente com a solidariedade dos trabalhadores é que alcançaremos mais esta vitória.

Superior Tribunal de Justiça
Quadra 06 â Lote 01 â Trecho III
CEP 70095-900

FAX â (61) 319 8194 â 319 8195

Email;
Ministro Edson Vidigal (Presidente)
presidência ARROBA stj.gov.br
gab.edson.vidigal ARROBA stj.gov.br

Ministro José Arnaldo da Fonseca
gab.jose.arnaldo ARROBA stj.gov.br
OBS: este é o ministro relator do caso e que votou pela condenação


Caros amigos peço que publiquem este texto nos sites libertários para podermos divulgar este fato, sei que alguns meios libertários não tem divulgado as matérias referentes ao Movimento Camponês Corumbiara, não sei os motivos mas peço pelos companheiros que estão sofrendo e sendo perseguidos, abaixo coloco a história do massacre em Inglês e também peço que publiquem. Conto com a solidariedade de todos.


Corumbiara: the peasantâ?s massacre. Rondônia/Brazil 1995(Abstrac)

The Corumbiaraâs massacre and show that the conflict in Santa Elina farm hás the same caracteristics of thousands of conflicts for land that happened and happen in Brazil; and that Corumbiara massacre happened against peasants, possessors and Indians during the five hundred years of fighting for the possession and access of the land, showing that the countrv havenât solve these land questions yet.

In 1995, on July 14(th), hundred of families occupied a small part of the Santa Elina farm in the borough of Corumbiara and in the esrliness of August 9(th), the Corumbiaraâs massacre happened. The peasants lived twenty-five days of hope for the prossissed land, sudden they stun in na anaful hell, where men were briefly executed, women were used as human shields by policemen and gun man; people were tortured for long hours and the camps was destroyed and afice.

In the examination of the facts, in the judicial processes and in the jury what was showed is that the peasant payed very expensive for having dreamed with the access of the land and for having gone to the figth for materializing that dream, after all, this is the dream of the thousands of landless. Nobody was blamed for the torture that those people suffered, the orphans and the widows are abandoned, there are people disappeared and many workers are physic and emotionally debilitaded by residue caused because of bad treats received during the disocupation of Santa Elina farm.

KEY-WORDS: MASSACRE, CONFLICT, PEASANTS, LANDLESS, CORUMBIARA.


Por decisão dos camponeses, agora no dia 30 de Junho o Movimento Camponês Corumbiara ocupara a sede do INCRA de Rondônia e não ira sair até que o INCRA mande os técnicos para medirem as terras, os trabalhadores estão prontos para o conflito, pois não agüentam tantas humilhações e mentiras.

This work is in the public domain
Sindicat