Imprès des de Indymedia Barcelona : http://barcelona.indymedia.org/
Independent Media Center
Notícies :: laboral
100 mil pessoas nas ruas de Lisboa (sério aviso do Povo Português ao governo reaccionário de Sócrates)
12 oct 2006
100 mil pessoas nas ruas de Lisboa
MAIOR MANIFESTAÇÃO DESDE 80
Cerca de 70 mil manifestantes a caminho do Parlamento
Esta quinta-feira à tarde, nas ruas de Lisboa, pelas contas tanto da polícia como da CGTP, mais de 70 mil manifestantes caminharam em protesto desde o Rossio até São Bento. Apesar do protesto, José Sócrates disse hoje que o Governo tem a «coragem necessária» para avançar com as reformas.
( 17:32 / 12 de Outubro 06 )



Milhares de trabalhadores afectos à CGTP estão a desfilar em direcção à Assembleia da República, para exigir ao Governo novas políticas económicas e sociais.

O trânsito está cortado entre o Rossio e a Assembleia da República, via Avenida da Liberdade, por onde estão a desfilar trabalhadores vindos de todo o país e de todos os sectores de actividade.

«O custo de vida aumenta e o povo não aguenta» e «é preciso e é urgente uma política diferente» são algumas das palavras de ordem que os manifestantes gritam, enquanto desfilam ordeiramente, mas com muito barulho, até São Bento.

Está previsto que o secretário-geral da CGTP faça uma intervenção junto à Assembleia da República.

O "protesto geral" da CGTP tem como objectivo combater as propostas do governo para a Segurança Social e para a administração pública.

Ao mesmo tempo, a Intersindical pretende exigir o crescimento real dos salários, a criação de emprego com direitos e a contratação colectiva.

Para o secretário-geral da CGTP, Manuel Carvalho da Silva, o grande objectivo da jornada de luta nacional é obrigar o governo a fazer mudanças estruturais na sociedade portuguesa.

tsf.sapo.pt/online/vida/interior.asp?id_artigo=TSF174302
-----------------------------------------------------------
CGTP diz que Orçamento resulta de obsessão doentia com o défice
Dezenas de milhares de trabalhadores em protesto frente à Assembleia da República
12.10.2006 - 18h28 Lusa, PÚBLICO


Cerca de 70 mil trabalhadores, segundo a PSP, participaram esta tarde na manifestação contra as políticas económicas e sociais do Governo, organizada pela CGTP. As estimativas da intersindical apontam para cem mil manifestantes, num protesto em que Carvalho da Silva denunciou a "obsessão doentia" do Governo com o défice.

A cauda da manifestação saiu do Rossio mais de duas horas depois do início do protesto, marcado para as 14h30. Quinhentos autocarros, vindos de todo o país, trouxeram manifestantes para a marcha que, ao passar pelo Largo do Rato, vaiou a sede do Partido Socialista.

"O orçamento que se perspectiva é errado, é uma política orçamental sempre centrada obsessivamente no défice. É quase uma posição doentia que não perspectiva a utilização das capacidades do país", disse Carvalho da Silva durante a jornada de protesto da CGTP que reúne esta tarde milhares de trabalhadores junto à Assembleia da República.

Para Carvalho da Silva, "o país desenvolve-se, ou não, se as pessoas tiverem melhor nível de vida ou não. Não é se os indicadores macroeconómicos acrescentam alguns milhões à fortuna de meia dúzia".

O "protesto geral" da CGTP tem como objectivo combater as propostas do Governo para a Segurança Social e para a administração pública.
------------------------------------------------------------

Protesto Geral
12/10/06

80 A 100 MIL NAS RUAS DE LISBOA

Duas horas e quarenta minutos depois da cabeça da manifestação ter saido do Rossio, dezenas de milhares de trabalhadores ainda desfilavam pelas ruas de Lisboa. O protesto global convocado pela CGTP mobilizou muitas dezenas de milhares de trabalhadores de todo o país. Os manifestantes protestam contra os despedimentos na Administração Pública, a diminuição das reformas e afirmam a necessidade de um política que diginifique o trabalho, aumente os salários e combata o desemprego. No entanto, a CGTP recusa que o protesto marcado para esta quinta-feira à tarde em Lisboa seja um teste para uma futura greve geral, paralisação que não exclui que possa vir a acontecer no futuro.
Se pensa recolher imagens da manifestação e quer colaborar com a criação de uma fotogaleria do esquerda.net envie-nos para fotografia ARROBA esquerda.net.

Veja uma reportagem da manifestação em vídeo
mms://62.193.240.114/Esquerda/PROTESTOGERA.wmv

IMAGENS DA MANIFESTAÇÃO
Veja uma galeria de fotografias do protesto geral que reuniu de 80 a 100 mil pessoas nas ruas de Lisboa.
http://www.esquerda.net/index.php?option=com_content&task=view&id=832&It
#110222

This work is in the public domain
Colera camping CNT