Imprès des de Indymedia Barcelona : http://barcelona.indymedia.org/
Independent Media Center
Anàlisi :: corrupció i poder
Fascismo e futebol...o Portugal de hoje.
04 ago 2004
Em Portugal 25% dos habitantes vivem na miséria, mas temos 10 novos e magníficos estádios de futebol...

Para demostrarmos o nosso eterno reconhecimento faremos toda a viagem ao pé-coxinho...




à cabeça da romaria o Filipão Scolari, que se irá sacrificar mais uns anos entre nós, a auferir 150.000 euros por mês mais as mordomias, terá como comparsa maior o indescritível Gilberto Madail. Este bem recheado personagem, gestor da bola e das suas receitas, será rodeado pela sua troupe dos âhomens do futebolâ?, que sem darem um pontapé no esférico ganham mais do que aqueles que arriscam o físico nos Estádios.

Ainda no primeiro pelotão, confortávelmente instalados, em luxuosas viaturas, que só abandonarão para as fotografias, xi-xis e outras ocasiões especiais, seguirão os patrões do futebol, como Pinto da Costa, Luís Filipe Vieira, Dias da Cunha, Valentim Loureiro e outros gajos do mesmo calibre.

Montados em cavalos de alta escola, de raça Lusitana, como os valores pátrios impõem, seguirão outros figurões, embrulhados na bandeira portuguesa. Atrás segue o bom povo português, ao pé-coxinho e de bandeira erguidas.

Enquanto os cavalos das altas personalidades desfilam ao pé-coxinho, fulanos como Santana Lopes, Mário Soares, Miguel e Paulo Portas e Carlos Carvalhas cantam o hino e dão hosanas à Virgem sob a direcção musical do Padre Borga. Quanto ao Padre Melícias, que envergará uma túnica de fino corte, como é seu timbre, trajará desta vez um modelo da estilista Fátima Lopes, em puro cetim, com as cores vermelha e verde da bandeira nacional.

Melícias assumirá um ar circunspecto e, na sua qualidade de banqueiro, acompanhará o Presidente Sampaio e o Administrador-Mór do Banco Espírito Santo, o Banco do Euro, Aliás, numa bem significativa defesa de Portugal, todos os Bancos nacionais estarão presentes neste memorável evento.


Sabe-se ainda que para manifestar a cooperação com o Brasil, o país irmão que nos impingiu o Filipão, virão também à cerimónia, vários cavaleiros gaúchos, do Rio Grande do Sul, com os seus trajos típicos, enfeitados com as cores do Brasil e de Portugal, Para demonstrarem a sua devoção à Virgem estes homens transportarão aos ombros os cavalos em que se farão transportar o Filipão e o Madail.

E tudo ao pé-coxinho. Portugal, eternamente o país do passado, presta assim homenagem ao Brasil, que será sempre o pais do futuro.

..............................................................

(Em Portugal, inúmeras escolas funcionam em antigos conventos e sem condições, muita outras não têm aquecimento, mas temos 10 novos e magníficos estádios de futebol).

..............................................................


Em todas as localidades que a caravana atravessar será oferecido à população um espectáculo religioso-futebolístico-patriótico. Para esse efeito já foi criada uma bela canção, com música de Valentim Loureiro e Gilberto Madail e letra de Durão Barroso.

A interpretação estará a cargo do Bando dos 5, Santana, Portas&Portas, Carvalhas e Ferro, com larga experiência em dar música ao povo. O refrão reza assim:

Nisto do espectáculo da bola/ Há muito que se diz./Encho-me eu, enches-te tu./E o povo fica feliz.

Uma vez chegados ao Santuário haverá uma primeira cerimónia, a benção do padrão dos Descobrimentos. Ou seja da descoberta de Portugal pelo Filipão e pela sua equipa.

A exemplo dos portugueses de 1500, que poucas vezes enviaram aquilo que de melhor tinham em termos humanistícos ao encontro com outros povos, também agora é o Brasil mais tacanho que nos entra pela casa dentro.

O Filipão, defensor da antiga ditadura militar do seu país, segundo relato não desmentido, traz até nós a esperteza saloia que exportámos para a sua terra.. No lugar da afabilidade, da riqueza cultural e étnica, da comunicabilidade e da alegria, chega-nos a voz da chefia, a manha, a patrioteirice e a crendice.

Por isso e muito justamente, se vai erguer um padrão em Fátima. Aí ficará lavrado o elogio e agradecimento, que os senhores da pátria, os portugueses que mandam ou as forças vivas, como eles a si próprios se chamavam, terão naturalmente de prestar a este descobridor do lado de cá do Atlântico. Descobridor do domínio e da crendice.

Durante a inauguração o padre banqueiro Melícias, fará um dos seus melífluos arrazoados, acolitado pelo inefável Madail dos futebóis, posto o que se seguirá um corridinho, com música da orquestra da Coca-Cola, sob a batuta do Santana Lopes.

..............................................................
(Faltam em Portugal 25.000 enfermeiros e inúmeros hospitais e centros de saúde não têm o mínimo de condições, mas temos 10 novos e magníficos estádios de futebol).
..............................................................


Tudo isto em ambiente de grande religiosidade e patrioteirice, que os senhores prédiotas ( os donos de muitos prédios) procuram confundir com patriotismo.

à entrada do Santuário será erguido um enorme mercado de caracter futebolístico-religioso, em que tudo aquilo que Portugal tem de mais castiço não faltará. A animação regional estará a cargo do Rancho de Santa Marta de Portuzelo, já que os Pauliteiros de Miranda deram azar na Final.

Com o alto patrocínio da Confraria do Vinho Verde e do seu presidente honorário, Alberto João Jardim, iremos ouvir e dançar o vira e a xula, num autêntico arraial minhoto, a que não faltarão diversos cabeçudos, com a presença garantida de Alberto João Jardim e Ferro Rodrigues. Não está ainda garantida a presença do primeiro ministro italiano Berlusconi.


Nesta festa bem portuguesa a cerveja da ânossa selecçãoâ? não faltará, mas o vinho verde será o rei. Vários toneis serão abertos para a multidão poder acompanhar a deglutição de saborosos coiratos, caracóis, pi-pis, mãosinhas de porco, tripas e outras típicas especialidades portuguesas. Como é natural, irá também proceder-se à matança do porco. De pata preta, pois claro. Os guinchos do animal na sua agonia serão acompanhados pela santa missa do bispo da diocese.

Não faltarão barraquinhas que venderão além dos deliciosos manjares já referidos, burriés, túbaros de carneiro e outros pitéus. Também estarão disponíveis as imagens santas para todos as bolsas e gostos, bem como representações em cera de mãos, pés, fígados, orelhas e outros órgãos humanos, velas que poderão atingir 25 metros de altura, água benta, santinhos portáteis, cruzes, figas, corninhos e outros penduricalhos.

Po outro lado, irá proceder-se a uma solene garraiada, com os valentes garraios da famosa ganadaria do Engenheiro D. Sebastião de Alancar e Emplastro, conde de Malmequér. Os cavalos serão da conceituada coudelaria do Dr. Passarinho Côxo. Está já garantida a presença dos Espadas El-Malandrete e Tobias Anão. Quanto aos forcados serão do melhor que existe em Portugal, os valentes Moços Esforçados do Esgaganete de Baixo, comandados pelo Engenheiro Brutamontes, com a inestimável colaboração dos Drs.. Paulo Portas, Marques Mendes e Marcelo Rebelo de Sousa.

Também a parte canora contará com o que de melhor existe no nosso país. Com o som da Orquestra Coca-Cola, sob o comando de Santana Lopes, actuarão entre outros, Marco Paulo, que apresentará o seu famoso êxito âO meu amor vai à Bolaâ? e a grande esperança da canção popular, Nelinha Sardinha, recém chegada do Burkina Fasso, onde actuou com grande êxito para os nossos emigrantes.

Não é de mais relembrar que Nelinha já possui 196 discos de platina e meia dúzia em diamante, sendo o seu ultimo êxito popular âQuerido não sejas estarola, vamos à bolaâ?, o campeão de vendas em Portugal e arredores.

Como não podia deixar de ser o famoso frade cantor D.Enjoado dâAlcagóitas, diz presente a esta realização. Em Fátima enternecerá todos os portuguesas com uma das sua famosas cantatas místicas, desta vez dedicada ao futebol nacional. Também os seus primos Nuno Alcagóitas, Sancho Ã?lcagoitas e D. Tareja Alcagóitas estarão presentes para nos deliciarem. A organização julga também poder contar com a presença do seu tio D.Afonso Alcagóitas, criador do famosos fado âD. Marmelo gosta do tintoâ?, com que há mais de 90 anos vem defendendo a portugalidade.

O momento de poesia estará cargo da âcamarada Odette Santosâ?, que, vestida a rigor com um modelo patriótico de Antonius, irá declamar o poema trágico-marítimo do General Vasco Gonçalves âNós seremos a cortina de fumoâ?.

Perante um panorama destes é de esperar a presença de centenas de milhares de portugueses, que também não faltarão à cerimónia de inauguração de nova estátua da Senhora de Fátima. Trata-se uma estátua única em todo o mundo, com 50 metros de altura. Esta obra tem o alto patrocínio da Nike, equipamentos desportivos.

Por isso mesmo, numa solução inédita a Santa calçará botas da mesma marca, modelo gigantone. Quantos aos efeitos da bola, também produção da Nike, irão constituir um autêntico milagre de malabarismo. O esférico irá girar permanentemente entre a cabeça e os dois pés, com alguns desvios para os ombros e as ancas. E isto sem nunca cair ao chão!

Cerimónias desta dimensão, que muito irão honrar Portugal, requerem a colaboração de inúmeras pessoas e a atenção dos mais diversos serviços. Estarão em acção permanente diferentes estruturas nacionais de ordem não só civil, como também militar, eclesiástica e sanitária..

Por isso mesmo também diversas valências da Cruz Vermelha Portuguesa estarão de prevenção. No entanto, foi posta de parte a ideia inicial de distribuição de preservativos gratuitos, com o patrocínio da marca Durex. A Vidente Lúcia, aio tomar conhecimento deste propósito, invocou o Papa e terá mesmo afirmado âCamisas de Venús são obra do Mafarricoâ?. A sua grande experiência na matéria, assim como a abalizada opinião do Papa, acabaram por convencer as autoridades e os fabricantes de preservativos.

Mais rude terá sido a opinião de alguns católicos fundamentalistas que ameaçaram lançar na fogueira as camisas de vénus, caso fossem distribuídos, bem como alguns os seus utilizadores.


O momento solene deste memorável evento será a chegada da Irmã Lúcia, a pastorinha, vidente e sobrevivente do Milagre de Fátima, hoje com perto de cem anos. Solta durante escasso tempo do seu Convento-Prisão, em Espanha, em que se encontra enclausurada desde que assistiu ao Milagre, ao contrário dos outros dois pastorinhos, que partiram de imediato para o Céu, a vidente regressará solenemente a Fátima, por escassas horas.
Chegará ao Santuário com as primeiras trevas, a bordo do Papa-Móbil, cedido a título excepcional pelo Papa, que enviará também um corpo de 30 guardas suíços, do Vaticano, .prontos a defender com a própria vida a segurança e o pudor da velhota.

Toda esta encenação e adereços, incluindo a viatura papal, os calções tufados dos guardas, as albardas dos mesmos e a virgindade da pastorinha nonagenária, terá a Garantia da Seguradora Mundial-Confiança.


Nesta ocasião será rodeada pelo Padre Melícias, pelo Chefe de Estado, e pela esposa deste, a Primeira Dama, que patrióticamente usará no rosto uma tatuagem com o escudo nacional. Um pouco atrás virão o padre Borga e um Bispo da Opus Dei.

A vidente dará a conhecer, em pleno Santuário, mais uma parte do interminável terceiro segredo de Fátima, que a Santa, num momento de confidência, revelou às três crianças abençoadas, já lá vão quase noventa anos.

..............................................................
(Milhares e milhares de cidadãos de Portugal vivem em barracas e habitações sem o mínimo de condições, ou mesmo na rua, mas temos 10 novos e magníficos estádios de futebol).

..............................................................
Ficaremos assim a saber mais pormenores da divina revelação. Portugal, segundo afirmou a Santa, terá um papel impar no mundo. Não se trata já de descobrir novas terras, converter selvagens, comprar e vender escravo e ouro.

No século XXI, diz a profecia, a bem amada pátria lusitana, irá dar cartas na nova religião mundial, o futebol. Pelo menos foi o que a Santa disse e acrescentou, segundo relata a pastorinha, que, âo futebol, meus meninos, é tudo menos um jogo.â?

Nesta ocasião não é de excluir que suceda um milagre. O Santuário tem, de facto, todas as condições para poder proporcionar estes extraordinários fenómenos, segundo interpretação dos entendidos na matéria miraculosa.

Nesta eventualidade, as autoridades, civis, eclesiásticas e mesmo futebolísticas,. estão a tomar todas as providências para que as comemorações futebolísticas em Fátima corram da melhor forma. Um batalhão de calceteiros aero-transportados foi já mobilizado para o acontecimento e um bando de funileiros navais encontra-se pronto a partir para o Santuário .

A GNR fará o percurso a cavalo, juntamente com os peregrinos.

à altamente provável que alguns elementos se façam transportar ao dorso de camelos, requisitados no Iraque, enquanto a PSP, munida dos últimos gritos da comunicação, incluindo aspiradores-digitais de mensagens divinas, baterá todo o perímetro de triciclo e patins em linha.

Sabe-se ainda que o Ministro Paulo Portas, num momento de grande inspiração religioso-patriótica,, decidiu enviar para o recinto três submarinos para vigiarem as águas turvas da região. à de salientar que Paulo Portas envergará, especialmente para esta ocasião solene, uma túnica de seda, com as cores da bandeira portuguesa, expressamente concebida pela famosa casa da moda parisiense Christian Dior.

O novo capachinho, idealizado em Nova York, será de estilo afro, com as patrióticas tonalidades verde-rubra..

..............................................................

(Há em Portugal cerca de meio milhão de desempregados e mais de um milhão de trabalhadores precários, mas temos 10 novos e magníficos estádios de futebol).

..............................................................

Nesta ocasião de grande fervor popular, é necessário ser comedido nas aspirações. à bom realçar que o provável milagre será de carácter simbólico, Os mais afamados teólogos e as autoridades competentes avisam as populações que não é de esperar qualquer milagre como a multiplicação dos pães, dois peixes, de qualquer outro alimento, ou de cartões de crédito.. Muito menos a criação de postos de trabalho, ou apoios materiais para vencer a miséria e a ignorância.

Tarefa decerto impossível mesmo para uma Santa com o curriculum da Fátima, sabendo-se que só em Portugal e Brasil há muito mais de cem milhões de pobres.
Estas prodigiosas comemorações serão encerradas pelo chefe do Estado.

Acompanhado pelo grupo de guitarras portuguesas de António Chaínho, Jorge Sampaio irá fazer-se ouvir num loooongo discurso patriótico-choradinho. O Presidente, que envergará um sóbrio fato de tweed escocês com quadradinhos verdes vermelhos, terá ainda o acompanhamento especial dos autores da letra e da música, respectivamente o Engenheiro Belmiro de Azevedo e o Cardeal Patriarca de Lisboa.

O majestoso discurso-fadístico, contará também com a participação do Coro do Pão de Ló e do Papo de Freira, constituído por nomes como Herman José, Helena Roseta, Narciso Miranda, Hernâni Lopes, Manuela Ferreira Leite, Bagão Felix, Rocha de Matos, Cavaco Silva, António Guterres, Francisco Louçã, Vítor Constâncio, José Sócrates, Avelino Ferreira Torres, Batatinha&Salsicha, Carlos Carvalhas e João Vale e Azevedo, todos patrioticamente enfeitados com laçarotes verde rubros...

O lacrimejar afadistado do Chefe do Estado decerto irá comover os corações mais broncos, assim como fará despertar o fervor patriótico de todos aqueles que o suportarem. Não menos importante será o efeito entorpecente que, como é habitual nestas prelecções, de certeza irá provocar.

Mais uma vez o bom povo português terá de agradecer ao seu Presidente, o inestimável contributo l para acalmar os ardores mais libidinosos das massas desvairadas.


Perante a pompa destas comemorações e o elevado número de peregrinos que se espera marquem a sua comparência, tudo é de. esperar. Por isso mesmo as nossas zelosas autoridades estarão em vigília permanente, com patrulha reforçada nas fronteiras terrestres, marítimas, aéreas e subterrâneas. Nada irá, estamos certos, afectar estas fabulosas comemorações.


Estes festejos serão magnificentes, como bem merecem os povos dos dois países irmãos, unidos pelo futebol e pela fé. E como todos bem sabemos, o povo não precisa de ter confiança em si mesmo e nas suas capacidades. O que precisa é de fé.
..............................................................

(Grande parte da população portuguesa é incapaz de interpretar as indicações terapêuticas do médico ou de fazer uma operação aritmética simples, mas temos 10 novos e magníficos estádios de futebol).
..............................................................

José F.Fernandes
#42693
OS PATRIOTAS AGRADECIDOS EM PEREGRINAÃÃO A FÃ?TIMA


Está em vias de se realizar uma grandiosa Peregrinação a Fátima, para agradecer à Virgem a epopeia que Portugal protagonizou no Campeonato Europeu de Futebol.

Assim, no próximo dia 13, partirá da capital, uma resplandecente romagem à Cova da Iria, constituída não só pelas gentes do futebol, mas também por muitos dos patriotas que ao longo das últimas semanas exultaram com as homéricas façanhas da selecção nacional de futebol...


Comandados pelas forças vivas da Pátria, sob a autoridade do caudilho Filipão partiremos de Lisboa, animados pela frescura matinal, tendo como farol a Cova da Iria e o cromo maior do país, a Fatucha Super Star. Vamos humildemente agradecer mais este milagre da Santa, que tantas benfeitorias acarretou para a nossa Pátria.

...............................................................
( Em Portugal 25% dos habitantes vivem na miséria., mas temos 10 novos e magníficos estádios de futebol).

..............................................................

Para demostrarmos o nosso eterno reconhecimento faremos toda a viagem ao pé-coxinho e vestidos da forma mais consentânea com esta promessa. Os homens com um trajo apropriadamente português, de campinos ribatejanos, com o patriótico barrete bem enfiado, enquanto as mulheres envergarão as roupas das peixeiras da Nazaré. O pendor cromático-nacionalista não será esquecido, todas as fatiotas serão confeccionadas em cores vermelha e verde, com ligeiros toques de amarelo, conforme a bandeira nacional.

à cabeça da romaria o Filipão Scolari, que se irá sacrificar mais uns anos entre nós, a auferir 150.000 euros por mês mais as mordomias, terá como comparsa maior o indescritível Gilberto Madail. Este bem recheado personagem, gestor da bola e das suas receitas, será rodeado pela sua troupe dos âhomens do futebolâ?, que sem darem um pontapé no esférico ganham mais do que aqueles que arriscam o físico nos Estádios.

Ainda no primeiro pelotão, confortávelmente instalados, em luxuosas viaturas, que só abandonarão para as fotografias, xi-xis e outras ocasiões especiais, seguirão os patrões do futebol, como Pinto da Costa, Luís Filipe Vieira, Dias da Cunha, Valentim Loureiro e outros gajos do mesmo calibre.

Montados em cavalos de alta escola, de raça Lusitana, como os valores pátrios impõem, seguirão outros figurões, embrulhados na bandeira portuguesa. Atrás segue o bom povo português, ao pé-coxinho e de bandeira erguidas.

Enquanto os cavalos das altas personalidades desfilam ao pé-coxinho, fulanos como Santana Lopes, Mário Soares, Miguel e Paulo Portas e Carlos Carvalhas cantam o hino e dão hosanas à Virgem sob a direcção musical do Padre Borga. Quanto ao Padre Melícias, que envergará uma túnica de fino corte, como é seu timbre, trajará desta vez um modelo da estilista Fátima Lopes, em puro cetim, com as cores vermelha e verde da bandeira nacional.

Melícias assumirá um ar circunspecto e, na sua qualidade de banqueiro, acompanhará o Presidente Sampaio e o Administrador-Mór do Banco Espírito Santo, o Banco do Euro, Aliás, numa bem significativa defesa de Portugal, todos os Bancos nacionais estarão presentes neste memorável evento.


Sabe-se ainda que para manifestar a cooperação com o Brasil, o país irmão que nos impingiu o Filipão, virão também à cerimónia, vários cavaleiros gaúchos, do Rio Grande do Sul, com os seus trajos típicos, enfeitados com as cores do Brasil e de Portugal, Para demonstrarem a sua devoção à Virgem estes homens transportarão aos ombros os cavalos em que se farão transportar o Filipão e o Madail.

E tudo ao pé-coxinho. Portugal, eternamente o país do passado, presta assim homenagem ao Brasil, que será sempre o pais do futuro.

..............................................................

(Em Portugal, inúmeras escolas funcionam em antigos conventos e sem condições, muita outras não têm aquecimento, mas temos 10 novos e magníficos estádios de futebol).

..............................................................


Em todas as localidades que a caravana atravessar será oferecido à população um espectáculo religioso-futebolístico-patriótico. Para esse efeito já foi criada uma bela canção, com música de Valentim Loureiro e Gilberto Madail e letra de Durão Barroso.

A interpretação estará a cargo do Bando dos 5, Santana, Portas&Portas, Carvalhas e Ferro, com larga experiência em dar música ao povo. O refrão reza assim:

Nisto do espectáculo da bola/ Há muito que se diz./Encho-me eu, enches-te tu./E o povo fica feliz.

Uma vez chegados ao Santuário haverá uma primeira cerimónia, a benção do padrão dos Descobrimentos. Ou seja da descoberta de Portugal pelo Filipão e pela sua equipa.

A exemplo dos portugueses de 1500, que poucas vezes enviaram aquilo que de melhor tinham em termos humanistícos ao encontro com outros povos, também agora é o Brasil mais tacanho que nos entra pela casa dentro.

O Filipão, defensor da antiga ditadura militar do seu país, segundo relato não desmentido, traz até nós a esperteza saloia que exportámos para a sua terra.. No lugar da afabilidade, da riqueza cultural e étnica, da comunicabilidade e da alegria, chega-nos a voz da chefia, a manha, a patrioteirice e a crendice.

Por isso e muito justamente, se vai erguer um padrão em Fátima. Aí ficará lavrado o elogio e agradecimento, que os senhores da pátria, os portugueses que mandam ou as forças vivas, como eles a si próprios se chamavam, terão naturalmente de prestar a este descobridor do lado de cá do Atlântico. Descobridor do domínio e da crendice.

Durante a inauguração o padre banqueiro Melícias, fará um dos seus melífluos arrazoados, acolitado pelo inefável Madail dos futebóis, posto o que se seguirá um corridinho, com música da orquestra da Coca-Cola, sob a batuta do Santana Lopes.

..............................................................
(Faltam em Portugal 25.000 enfermeiros e inúmeros hospitais e centros de saúde não têm o mínimo de condições, mas temos 10 novos e magníficos estádios de futebol).
..............................................................


Tudo isto em ambiente de grande religiosidade e patrioteirice, que os senhores prédiotas ( os donos de muitos prédios) procuram confundir com patriotismo.

à entrada do Santuário será erguido um enorme mercado de caracter futebolístico-religioso, em que tudo aquilo que Portugal tem de mais castiço não faltará. A animação regional estará a cargo do Rancho de Santa Marta de Portuzelo, já que os Pauliteiros de Miranda deram azar na Final.

Com o alto patrocínio da Confraria do Vinho Verde e do seu presidente honorário, Alberto João Jardim, iremos ouvir e dançar o vira e a xula, num autêntico arraial minhoto, a que não faltarão diversos cabeçudos, com a presença garantida de Alberto João Jardim e Ferro Rodrigues. Não está ainda garantida a presença do primeiro ministro italiano Berlusconi.


Nesta festa bem portuguesa a cerveja da ânossa selecçãoâ? não faltará, mas o vinho verde será o rei. Vários toneis serão abertos para a multidão poder acompanhar a deglutição de saborosos coiratos, caracóis, pi-pis, mãosinhas de porco, tripas e outras típicas especialidades portuguesas. Como é natural, irá também proceder-se à matança do porco. De pata preta, pois claro. Os guinchos do animal na sua agonia serão acompanhados pela santa missa do bispo da diocese.

Não faltarão barraquinhas que venderão além dos deliciosos manjares já referidos, burriés, túbaros de carneiro e outros pitéus. Também estarão disponíveis as imagens santas para todos as bolsas e gostos, bem como representações em cera de mãos, pés, fígados, orelhas e outros órgãos humanos, velas que poderão atingir 25 metros de altura, água benta, santinhos portáteis, cruzes, figas, corninhos e outros penduricalhos.

Po outro lado, irá proceder-se a uma solene garraiada, com os valentes garraios da famosa ganadaria do Engenheiro D. Sebastião de Alancar e Emplastro, conde de Malmequér. Os cavalos serão da conceituada coudelaria do Dr. Passarinho Côxo. Está já garantida a presença dos Espadas El-Malandrete e Tobias Anão. Quanto aos forcados serão do melhor que existe em Portugal, os valentes Moços Esforçados do Esgaganete de Baixo, comandados pelo Engenheiro Brutamontes, com a inestimável colaboração dos Drs.. Paulo Portas, Marques Mendes e Marcelo Rebelo de Sousa.

Também a parte canora contará com o que de melhor existe no nosso país. Com o som da Orquestra Coca-Cola, sob o comando de Santana Lopes, actuarão entre outros, Marco Paulo, que apresentará o seu famoso êxito âO meu amor vai à Bolaâ? e a grande esperança da canção popular, Nelinha Sardinha, recém chegada do Burkina Fasso, onde actuou com grande êxito para os nossos emigrantes.

Não é de mais relembrar que Nelinha já possui 196 discos de platina e meia dúzia em diamante, sendo o seu ultimo êxito popular âQuerido não sejas estarola, vamos à bolaâ?, o campeão de vendas em Portugal e arredores.

Como não podia deixar de ser o famoso frade cantor D.Enjoado dâAlcagóitas, diz presente a esta realização. Em Fátima enternecerá todos os portuguesas com uma das sua famosas cantatas místicas, desta vez dedicada ao futebol nacional. Também os seus primos Nuno Alcagóitas, Sancho Ã?lcagoitas e D. Tareja Alcagóitas estarão presentes para nos deliciarem. A organização julga também poder contar com a presença do seu tio D.Afonso Alcagóitas, criador do famosos fado âD. Marmelo gosta do tintoâ?, com que há mais de 90 anos vem defendendo a portugalidade.

O momento de poesia estará cargo da âcamarada Odette Santosâ?, que, vestida a rigor com um modelo patriótico de Antonius, irá declamar o poema trágico-marítimo do General Vasco Gonçalves âNós seremos a cortina de fumoâ?.

Perante um panorama destes é de esperar a presença de centenas de milhares de portugueses, que também não faltarão à cerimónia de inauguração de nova estátua da Senhora de Fátima. Trata-se uma estátua única em todo o mundo, com 50 metros de altura. Esta obra tem o alto patrocínio da Nike, equipamentos desportivos.

Por isso mesmo, numa solução inédita a Santa calçará botas da mesma marca, modelo gigantone. Quantos aos efeitos da bola, também produção da Nike, irão constituir um autêntico milagre de malabarismo. O esférico irá girar permanentemente entre a cabeça e os dois pés, com alguns desvios para os ombros e as ancas. E isto sem nunca cair ao chão!

Cerimónias desta dimensão, que muito irão honrar Portugal, requerem a colaboração de inúmeras pessoas e a atenção dos mais diversos serviços. Estarão em acção permanente diferentes estruturas nacionais de ordem não só civil, como também militar, eclesiástica e sanitária..

Por isso mesmo também diversas valências da Cruz Vermelha Portuguesa estarão de prevenção. No entanto, foi posta de parte a ideia inicial de distribuição de preservativos gratuitos, com o patrocínio da marca Durex. A Vidente Lúcia, aio tomar conhecimento deste propósito, invocou o Papa e terá mesmo afirmado âCamisas de Venús são obra do Mafarricoâ?. A sua grande experiência na matéria, assim como a abalizada opinião do Papa, acabaram por convencer as autoridades e os fabricantes de preservativos.

Mais rude terá sido a opinião de alguns católicos fundamentalistas que ameaçaram lançar na fogueira as camisas de vénus, caso fossem distribuídos, bem como alguns os seus utilizadores.


O momento solene deste memorável evento será a chegada da Irmã Lúcia, a pastorinha, vidente e sobrevivente do Milagre de Fátima, hoje com perto de cem anos. Solta durante escasso tempo do seu Convento-Prisão, em Espanha, em que se encontra enclausurada desde que assistiu ao Milagre, ao contrário dos outros dois pastorinhos, que partiram de imediato para o Céu, a vidente regressará solenemente a Fátima, por escassas horas.
Chegará ao Santuário com as primeiras trevas, a bordo do Papa-Móbil, cedido a título excepcional pelo Papa, que enviará também um corpo de 30 guardas suíços, do Vaticano, .prontos a defender com a própria vida a segurança e o pudor da velhota.

Toda esta encenação e adereços, incluindo a viatura papal, os calções tufados dos guardas, as albardas dos mesmos e a virgindade da pastorinha nonagenária, terá a Garantia da Seguradora Mundial-Confiança.


Nesta ocasião será rodeada pelo Padre Melícias, pelo Chefe de Estado, e pela esposa deste, a Primeira Dama, que patrióticamente usará no rosto uma tatuagem com o escudo nacional. Um pouco atrás virão o padre Borga e um Bispo da Opus Dei.

A vidente dará a conhecer, em pleno Santuário, mais uma parte do interminável terceiro segredo de Fátima, que a Santa, num momento de confidência, revelou às três crianças abençoadas, já lá vão quase noventa anos.

..............................................................
(Milhares e milhares de cidadãos de Portugal vivem em barracas e habitações sem o mínimo de condições, ou mesmo na rua, mas temos 10 novos e magníficos estádios de futebol).

..............................................................
Ficaremos assim a saber mais pormenores da divina revelação. Portugal, segundo afirmou a Santa, terá um papel impar no mundo. Não se trata já de descobrir novas terras, converter selvagens, comprar e vender escravo e ouro.

No século XXI, diz a profecia, a bem amada pátria lusitana, irá dar cartas na nova religião mundial, o futebol. Pelo menos foi o que a Santa disse e acrescentou, segundo relata a pastorinha, que, âo futebol, meus meninos, é tudo menos um jogo.â?

Nesta ocasião não é de excluir que suceda um milagre. O Santuário tem, de facto, todas as condições para poder proporcionar estes extraordinários fenómenos, segundo interpretação dos entendidos na matéria miraculosa.

Nesta eventualidade, as autoridades, civis, eclesiásticas e mesmo futebolísticas,. estão a tomar todas as providências para que as comemorações futebolísticas em Fátima corram da melhor forma. Um batalhão de calceteiros aero-transportados foi já mobilizado para o acontecimento e um bando de funileiros navais encontra-se pronto a partir para o Santuário .

A GNR fará o percurso a cavalo, juntamente com os peregrinos.

à altamente provável que alguns elementos se façam transportar ao dorso de camelos, requisitados no Iraque, enquanto a PSP, munida dos últimos gritos da comunicação, incluindo aspiradores-digitais de mensagens divinas, baterá todo o perímetro de triciclo e patins em linha.

Sabe-se ainda que o Ministro Paulo Portas, num momento de grande inspiração religioso-patriótica,, decidiu enviar para o recinto três submarinos para vigiarem as águas turvas da região. à de salientar que Paulo Portas envergará, especialmente para esta ocasião solene, uma túnica de seda, com as cores da bandeira portuguesa, expressamente concebida pela famosa casa da moda parisiense Christian Dior.

O novo capachinho, idealizado em Nova York, será de estilo afro, com as patrióticas tonalidades verde-rubra..

..............................................................

(Há em Portugal cerca de meio milhão de desempregados e mais de um milhão de trabalhadores precários, mas temos 10 novos e magníficos estádios de futebol).

..............................................................

Nesta ocasião de grande fervor popular, é necessário ser comedido nas aspirações. à bom realçar que o provável milagre será de carácter simbólico, Os mais afamados teólogos e as autoridades competentes avisam as populações que não é de esperar qualquer milagre como a multiplicação dos pães, dois peixes, de qualquer outro alimento, ou de cartões de crédito.. Muito menos a criação de postos de trabalho, ou apoios materiais para vencer a miséria e a ignorância.

Tarefa decerto impossível mesmo para uma Santa com o curriculum da Fátima, sabendo-se que só em Portugal e Brasil há muito mais de cem milhões de pobres.
Estas prodigiosas comemorações serão encerradas pelo chefe do Estado.

Acompanhado pelo grupo de guitarras portuguesas de António Chaínho, Jorge Sampaio irá fazer-se ouvir num loooongo discurso patriótico-choradinho. O Presidente, que envergará um sóbrio fato de tweed escocês com quadradinhos verdes vermelhos, terá ainda o acompanhamento especial dos autores da letra e da música, respectivamente o Engenheiro Belmiro de Azevedo e o Cardeal Patriarca de Lisboa.

O majestoso discurso-fadístico, contará também com a participação do Coro do Pão de Ló e do Papo de Freira, constituído por nomes como Herman José, Helena Roseta, Narciso Miranda, Hernâni Lopes, Manuela Ferreira Leite, Bagão Felix, Rocha de Matos, Cavaco Silva, António Guterres, Francisco Louçã, Vítor Constâncio, José Sócrates, Avelino Ferreira Torres, Batatinha&Salsicha, Carlos Carvalhas e João Vale e Azevedo, todos patrioticamente enfeitados com laçarotes verde rubros...

O lacrimejar afadistado do Chefe do Estado decerto irá comover os corações mais broncos, assim como fará despertar o fervor patriótico de todos aqueles que o suportarem. Não menos importante será o efeito entorpecente que, como é habitual nestas prelecções, de certeza irá provocar.

Mais uma vez o bom povo português terá de agradecer ao seu Presidente, o inestimável contributo l para acalmar os ardores mais libidinosos das massas desvairadas.


Perante a pompa destas comemorações e o elevado número de peregrinos que se espera marquem a sua comparência, tudo é de. esperar. Por isso mesmo as nossas zelosas autoridades estarão em vigília permanente, com patrulha reforçada nas fronteiras terrestres, marítimas, aéreas e subterrâneas. Nada irá, estamos certos, afectar estas fabulosas comemorações.


Estes festejos serão magnificentes, como bem merecem os povos dos dois países irmãos, unidos pelo futebol e pela fé. E como todos bem sabemos, o povo não precisa de ter confiança em si mesmo e nas suas capacidades. O que precisa é de fé.
..............................................................

(Grande parte da população portuguesa é incapaz de interpretar as indicações terapêuticas do médico ou de fazer uma operação aritmética simples, mas temos 10 novos e magníficos estádios de futebol).
..............................................................

José F.Fernandes

This work is in the public domain
Sindicat